Blog

15 de agosto de 2017

Por que o FGC é importante para você

| por André Loes |

 

Poupar com segurança é a única maneira de transformar sonhos em projetos. Sejam quais forem seus objetivos – comprar um imóvel, financiar estudos, garantir a tranquilidade na velhice – é importante poder economizar um pouco todo mês. Mas isso só será suficiente se você estiver tranquilo quanto à segurança do seu dinheiro, de poder contar com ele na hora em que precisar, sem susto.

 

Se o Brasil avançou bastante nas últimas décadas em proteger o seu investimento do risco da inflação, o que dizer do risco de falência de uma instituição financeira da qual você seja depositante ou investidor? A boa notícia é que, também com relação a esse ponto, você pode dormir tranquilo, pois desde 1995 o Brasil conta com o Fundo Garantidor de Créditos, mais conhecido como FGC.

 

Quem é o FGC?

 

O FGC é uma organização sem fins lucrativos que tem um patrimônio de mais de 60 bilhões de reais e cujo principal objetivo é garantir depósitos e investimentos dos clientes em todos os bancos, financeiras, sociedades de poupança e empréstimo na Caixa Econômica Federal.

 

Organizações como o FGC são conhecidas como “garantidores de depósitos”. Elas existem em mais de cem países do mundo e têm como objetivo contribuir para a confiança das pessoas no sistema financeiro. Como essa confiança é de interesse de todas as instituições financeiras, são elas mesmas que financiam a formação desse enorme patrimônio, recolhendo ao FGC, desde sua criação, um pequeno percentual sobre o valor de depósitos e investimentos a contar com a garantia da entidade.

 

Assim, o que fica claro a partir das informações acima é que no sistema financeiro brasileiro você se beneficia da mesma estabilidade e segurança financeira dos países mais desenvolvidos do mundo.

 

Como funciona e qual o valor da garantia do FGC?

 

Se uma instituição financeira associada ao FGC sofrer intervenção ou for liquidada pelo Banco Central, você receberá seus depósitos e investimentos até o limite de 250 mil reais. Esse limite agrega todos os tipos de depósitos e investimentos que você porventura possua numa instituição que venha a falir. Por exemplo, se você tiver um tanto em conta-corrente, outro tanto em conta-poupança e mais um pouco em um CDB, soma-se tudo e você recebe o total, desde que ele seja inferior a 250 mil reais. Se a soma for superior a esse valor, você receberá somente os 250 mil.

 

Conta-corrente, Poupança, CDB e RDB, LCA, LCI, LC, são os depósitos e investimentos mais conhecidos que contam com a garantia do FGC, mas não são os únicos. Para uma lista completa, acesse nosso site através desse link: Sobre a garantia FGC

 

Mas atenção, nem todos os investimentos que você adquire por meio de um banco ou financeira contam com essa garantia. Fundos de investimento, fundos de previdência, letras financeiras, capitalização, ações não contam com a garantia do FGC.

 

Visite nosso site, veja em mais detalhe como funciona sua garantia, compartilhe essa informação com sua família e amigos. O FGC foi feito para que você invista com toda a tranquilidade.

 

 

Voltar ao Inicio
Voltar para Blog
Pagina inicial do site FGC