Português
  
English
  
Español
Domingo, 26 de Fevereiro de 2017
Governança
Conselho de Administração

Foram eleitos pela Assembleia Geral Ordinária para compor o Conselho de Administração, com os seguintes mandatos:

 

Efetivos Mandatos

Jairo Sampaio Saddi
Presidente

2014/2017
Renê Sanda
Conselheiro

2015/2018

Afonso Sant’Anna Bevilaqua
Conselheiro
2016/2019
Ana Dolores Moura Carneiro de Novaes
Conselheira
2016/2017
Júlio de Siqueira Carvalho de Araújo
Conselheiro
2016/2017
   

Procedimentos para Eleição de Membros

Conforme dispõe o art. 24 da Resolução 4.222, de 23 de maio de 2013, o FGC será administrado pelo Conselho de Administração e pela Diretoria Executiva, eleitos pela Assembleia Geral, observados os critérios do art. 16 e os seguintes procedimentos:

  • a eleição dos membros do conselho de administração será feita por votação em chapas, contendo o nome dos candidatos a titulares ou a suplentes para todos os cargos em disputa, as quais deverão ser registradas junto à mesa tão logo divulgada pela Assembleia Geral a quantidade dos cargos em disputa;
  • o nome de cada candidato a titular ou a suplente do conselho de administração deverá compor somente uma chapa;
  • cada instituição associada poderá registrar apenas uma chapa;
  • será considerada vencedora a chapa que obtiver o maior número de votos das associadas, de acordo com os quóruns estabelecidos no estatuto do FGC;
  • ocorrendo empate na votação, nova assembleia geral será convocada, reabrindo-se o prazo para apresentação das chapas.

O conselho de administração será constituído por 5 a 9 membros efetivos e igual número de suplentes, pessoas naturais residentes no País, observadas as seguintes disposições:

  • não é permitida a participação de controladores, administradores ou funcionários de instituições financeiras, de administradores de recursos de terceiros, de outras instituições autorizadas a funcionar pelo Banco Central do Brasil ou de empresas integrantes dos respectivos conglomerados, bem como de profissionais dessas instituições ou empresas que estejam formalmente licenciados ou temporariamente afastados;
  •  não é permitida a participação de administradores ou funcionários de entidades de classe representativas de instituições financeiras ou de outras instituições autorizadas a funcionar pelo Banco Central do Brasil, bem como de profissionais dessas entidades que estejam formalmente licenciados ou temporariamente afastados;
  • no caso de renúncia ou de impedimento de membro do conselho, o conselho de administração indicará um dos suplentes para assumir a vaga até o término do mandato;
  • o conselho elegerá entre seus membros o presidente e o vice-presidente.

O mandato dos membros do conselho de administração será de até 3 (três) anos, permitida a reeleição por um mandato.

 
 © 2017 Fundo Garantidor de Créditos - FGC. Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por GWMNET