Português
  
English
  
Español
Domingo, 23 de Abril de 2017
Governança
Conselho Fiscal

O FGC terá um Conselho Fiscal composto de 3 membros efetivos e igual número de suplentes, eleitos pela Assembleia Geral.

Compete ao Conselho Fiscal examinar os balancetes e as demonstrações financeiras do FGC, os relatórios da administração e dos auditores independentes, emitindo sobre essas peças parecer para apreciação da Assembleia Geral Ordinária.

O mandato dos membros do Conselho Fiscal será de até 3 anos, permitida a reeleição.

Para o mandato do 2014/2017, foram eleitos pela Assembleia Geral Ordinária para compor o Conselho Fiscal:

Conselheiros
Efetivos
Suplentes
Antonio Luiz Rios da Silva
Conselheiro
 
 
Luis Gustavo da Matta Machado
Conselheiro

Antonio Carlos Rovai
Conselheiro
 

Conforme dispõe o art. 8.º da Resolução 4.087, de 24 de maio de 2012, o FGC deverá, até a realização da Assembleia Geral Ordinária no ano de 2013, adotar os seguintes procedimentos:

No Conselho Fiscal, não será permitida a participação de:

  • controladores, administradores ou funcionários de instituições financeiras, de administradores de recursos de terceiros, de outras instituições autorizadas a funcionar pelo Banco Central do Brasil ou de empresas integrantes dos respectivos conglomerados, bem como de profissionais dessas instituições ou empresas que estejam formalmente licenciados ou temporariamente afastados;
  • administradores ou funcionários de entidades de classe representativas de instituições financeiras ou de outras instituições autorizadas a funcionar pelo Banco Central do Brasil, bem como de profissionais dessas entidades que estejam formalmente licenciados ou temporariamente afastados;

Os membros eleitos para Conselho Fiscal devem ter seus nomes submetidos ao Banco Central do Brasil, que os aprovará se atenderem aos requisitos previstos na regulamentação em vigor para o exercício de cargos em órgãos estatutários de instituições financeiras e demais instituições autorizadas a funcionar pela referida Autarquia.

  • Aprovados os respectivos nomes, os membros devem tomar posse após a assinatura de carta de compromisso de confidencialidade dirigida ao Banco Central do Brasil.
  • Os membros do Conselho Fiscal, durante o exercício do mandato e por 4 meses contados do seu encerramento, ficam impedidos de exercer qualquer atividade remunerada para instituições financeiras, para administradores de recursos de terceiros, para outras instituições autorizadas a funcionar pelo Banco Central do Brasil, para empresas integrantes dos respectivos conglomerados ou para entidades de classe representativas de instituições financeiras ou de outras instituições autorizadas a funcionar pelo Banco Central do Brasil.

 

 
 © 2017 Fundo Garantidor de Créditos - FGC. Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por GWMNET